sexta-feira, 23 de março de 2012

Saí do Armário - Gustavo Garcia

Queremos saber a sua história! Nos conte como foi sair do armário e mostrar ao mundo seu orgulho de ser o que é. Mande seu depoimento por facebook ou e-mail e participe!

Gustavo Garcia

Quando tinha 18 anos (tenho 21) meu padrasto faleceu dei toda a assistência possível pra minha mãe,ela estava fragilizada é claro mas depois do enterro tive certeza de que era o momento certo,durante uma conversa ela mencionou que logo eu estaria casado e chegariam os netos eu disse que me casar podia até acontecer mas os netos demorariam devido a burocracia da adoção,nesse momento ela já começa a chorar,e me disse coisas horríveis no calor do momento,disse que eu nunca saberia o que é ter uma família,que ela não queria isso pra minha vida e nem pra dela,mas que ao mesmo tempo ela não podia fazer nada,afinal ela sempre havia feito de tudo pra reprimir minhas tendencias,já frequentei psicólogos e fui matriculado em muitos esportes numa tentativa frustada de minha mãe,mas após essa revelação e o diálogo num rio de lágrimas no dia seguinte ela agia como se eu não houvesse lhe dito nada,com o passar das semanas fui introduzindo o diálogo devagar e aproximadamente 1 semana depois falávamos sobre isso com tranquilidade,hoje somos muito amigos. 

Um comentário:

  1. Se você ainda não se assumiu e quer compartilhar experiencias com outras pessoas na mesma situação conheça meu blog:

    http://seassumirounao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *